11 setembro 2006

Pedro Miguel

O Pedro Miguel não foi um jogador qualquer e isso viu-se bem cedo quando "roubou" a titularidade ao Henrique Vieira com 22 ou 23 anos apenas. Não sendo muito rápido, tinha uma capacidade enorme de controlo do ritmo de jogo, acelerando-o ou acalmando-o conforme necessário.
Era também um óptimo lançador beneficiando constantemente das defesas preparadas para tentar parar o Carlos Lisboa. No que diz respeito a lançamentos de 3 pontos, tinha 2 tipos de lançamentos preferidos. O da foto, em que saía em drible de um bloqueio directo na cabeça do garrafão ou o mais frequente em que se limitava a estar parado numa cruzinha no chão à espera que a bola lhe chegasse quando o Lisboa (ou o jacques) sofria 2 para 1 ou até mesmo 3 para 1.
Esta foto é de uma vitória ao Olimpjia Ljubljana, campeão da Eslovénia em 1993. Mais uma vez, podemos ver o Prof. Mário Gomes a pedir calma.
O Benfica venceu este jogo por 24 pontos. O Jean Jacques fez um jogo brutal marcando 19 pontos e ganhando 17 ressaltos. Lisboa 21, Pedro Miguel 20, Mike 12 e Guimarães 15 fizeram o resto da festa.

12 comentários:

slb disse...

Boas , a saida do pedro miguel acho que se deveu a uma zanga com lisboa ( infelizmente )

Grande blog estás completamente de parabens .

Gostava de saber o que pensas deste ano !

Pelicano disse...

Obrigado. Estou convicto de que este blog perderá parte do seu sentido no final da época pois penso que temos equipa para voltarmos a ser campeões.

alves disse...

o Pedro Miguel era um base muito esperto, embora jogando para a equipa, os seus triplos eram decisivos

Pelicano disse...

Enquadrado e com tempo era um exímio lançador.

Glorioso11385 disse...

Sobre o Pedro Miguel, alguém (não interessa quem...) me disse uma vez: "não é muito bom em nenhum aspecto do jogo, mas não há nada que faça mal".

Pelicano disse...

Discordo. Bom lançador, bom passador, excelente a controlar o jogo, razoável defensor. As últimas épocas, devido aos problemas no joelho distorceram um pouco a imagem com que se ficou dele.

Pedro Neto disse...

Foi um dos meus primeiros ídolos do Desporto do Benfica.
A qualidade profissional estava lá mas o fair-play é que o faziam muito grande.

Um dos grandes símbolos do Benfica moderno.

Glorioso11385 disse...

Pelicano, lá está: bom lançador, bom passador, razoável defensor. Também não era propriamente a minha opinião, mas, se vires bem, não havia nada que fizesse mal, mas não sei se se encontra algum aspecto em que fosse excepcional, sendo certo que era um organizador de jogo como poucos.

Pelicano disse...

A nível de fair-play o Mike foi imbatível...

ClearedForTakeOff disse...

QUASE CHOEREI QUANDO ELE BATEU O RELA MADRID EM CASA, COM O LANÇAMENTO A MEIA DISTÂNCIA A 5 SEGUNDOS DO FIM (1996)

Pelicano disse...

A melhor vitória sobre o Real Madrid foi em... Madrid.
A este propósito há uma frase memorável do Xana (filho do José Augusto) enquanto saía do campo e se dirigia para as cabines após o jogo terminar.
- FDP!!! É a 2ª vez que ganho a estes palhaços...
- 2ª vez Xana?
- Sim... Hoje e nos co***es do meu pai...

Anónimo disse...

Pedro Miguel foi na minha opinião um dos jogadores mais inteligentes de sempre do basket portugues. Tinha uma visão perfeita do jogo e comandava a equipa como ninguém. Sabia como gerir o ritmo de jogo conforme as necessidades um lancador optimo de 3, enfim um grande jogador.
Já nos Andrades via-se o jogador que iria ser e foi natural o "roubo" do lugar ao Henrique Vieira (para mim mesmo assim melhor). Marcou um estilo do base em Portugal .
PS1- A sua saída do clube foi natural com a entrada do Lisboa. Os 2 nunca se deram muito bem (mesmo como jogadores) e Mario Palma com inteligencia levava a nau a bem porto.
PS2- A sua lesão penso que também é fruto do tempo que jogava (sempre quase os 40 minutos) pois o Mario Palma nunca prescendia dele era a sua extensão dentro de campo

O GLORIOSO