27 fevereiro 2008

Morreu o Mike



“Morreu o Mike Plowden…”, foi este o texto que eu li no sms enviado ontem ao final da noite. Uma notícia triste de uma morte prematura de um grande Homem, uma grande figura do Benfica e do basquetebol nacional.
Figura de proa da equipa mítica do basquetebol do Benfica nos finais dos anos 80 e anos 90, o Mike era, acima de tudo, um verdadeiro jogador de equipa. As suas principais armas eram os ressaltos, o lançamento de média distância na zona frontal do cesto e a defesa. Quem não se lembra de o ver a defender, e muito bem, jogadores como o Arlauckas do Real Madrid ou o Thompson do Badalona?
Um autêntico guerreiro que nunca perdia o sorriso. Nos inícios dos jogos cumprimentava tudo e todos. O ritual parecia interminável e os árbitros nem pestanejavam. Só quando o Mike desejasse bom jogo a toda a gente, colegas, adversários, roupeiros, oficias de mesa, árbitros e público é que o jogo poderia começar.
Tive o privilégio de o conhecer tinha eu uns 10 anos. O Mike, sempre simpático, também o foi comigo. Os vários anos de convívio deixaram-me um sentimento de amizade e grande admiração. Pode ter ido o homem mas, enquanto eu cá estiver, o seu sorriso perdurará para sempre na minha memória. Um bem haja Mike e até sempre!

7 comentários:

João Melo disse...

era um grande campeão.que descanse em
paz

Rui Miguel disse...

Um gigante com um sorriso enorme e contagiante. Tive o privilégio, enquanto jogador das camadas jovens do benfica, de privar com ele. Era excepcional, sem qualquer vedetismo, sempre pronto a ajudar, a sorrir, a ensinar. O enorme sorriso do Mike Plowden sempre estará vivo na minha memória.

nemadz disse...

Já foi mais ou menos dito. Um dos ultimos grandes Homens que passaram pelo benfica nos ultimos anos. Anónimo, como deve ser, só marcou quem com ele mais lidou.
Não devem ser assim tão poucos...

C4TO disse...

um ídolo da minha juventude...a personificação do que é um verdadeiro desportista...

ainda um jovem..com familia..

RIP

Steve Jones disse...

O GRANDE MIKE morreu.
Dizer o que ele foi para o basquetebol Português e em particular para o Benfica, levaria muito tempo, e teria de escrever um livro.
Era uma pessoa de uma simplicidade incrivel e alegria contagiantes.
Só é pena que o meu Benfica nunca lhe tenha feito a homenagem que ele tanto merecia.
So long Mike....

tininha disse...

Eu tive a sorte de conviver ao lado deste grande senhor, foram anos bem passados enquanto ele era jogador do barreirense, clube onde ele jogou antes de ir para o Benfica, uma estrela como poucos e mike estejas onde estiveres, ficaras sempre no meu coração, aqui fica um brande beijinho, como aqueles que tu querias antes de entrar em campo, de uma menina de 7 anos, dizias que era para te dar sorte...

Anónimo disse...

Vocês têm mesmo uns ídolos de merda.